Certame recebe inscrições dos interessados até o dia 5 de novembro de 2018.

Aqui vai uma boa notícia para quem estuda para concursos. A Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE MA) publicou o edital do seu próximo certame que vai ocupar vagas para Defensor Público com salário inicial de R$ 26 mil.

Se você quer conquistar uma ótima remuneração como essa e morar na bela região Nordeste do país, aproveite essa oportunidade. As inscrições começaram na segunda-feira, 15 de outubro.

Saiba mais informações sobre o concurso da DPE MA a seguir.

Confira informações sobre o procedimento para inscrição

O prazo de inscrição começou no último dia 15 de outubro (segunda-feira). Os candidatos devem entrar no link da Fundação Carlos Chagas (FCC) – www.concursosfcc.com.br/concursoInscricaoAberta.html, responsável pelo concurso, fazer o cadastro preenchendo o formulário e lembrando de imprimir e pagar o boleto bancário. A taxa custa R$ 229.

O último dia de inscrição é também o prazo final para pagamento, segunda-feira, 5 de novembro. Não deixe essa chance passar. As inscrições serão realizadas apenas online.

Veja os casos que é possível obter isenção do pagamento: eleitor que trabalhou como mesário na justiça eleitoral do Maranhão, se você é doador de sangue com regularidade ou doador de medula óssea. A data final para solicitar isenção é sexta-feira, dia 19 de outubro.

Veja quais são oportunidades disponíveis na DPE do Maranhão

O certame visa ocupar 8 vagas para novos servidores na função de Defensor Público da 1ª Classe.

Há chances exclusivas para quem se autodeclarar preto ou pardo e portador de necessidade especial (PNE).

O valor do salário para quem iniciar a carreira na DPE MA é de R$ 26.125,15.

Sobre os requisitos para tomar posse na DPE MA

Para participar da seleção você deve ser formado em Direito, possuir registro ativo na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), ter idade mínima de 18 anos, possuir 3 anos de atividade jurídica, no mínimo, estar em dia com as obrigações militares e eleitorais, estar em pleno gozo dos direitos políticos, ter aptidão física e mental, entre outros.

Certame da DPE MA contará com 4 etapas

Os candidatos serão examinados nas seguintes fases:

1) prova de múltipla escolha – com 100 quesitos – com data marcada para a tarde do sábado, 15 de dezembro. O tempo de duração da prova é de 5 horas;

2) prova discursiva – em que os candidatos devem responder a duas questões subjetivas e duas peças processuais em 4 horas de avaliação. A data dessa etapa é 16 de dezembro (domingo);

3) prova oral – cuja data será divulgada pela comissão do concurso;

4) prova de títulos – na qual os concorrentes devem apresentar certificado de curso de aperfeiçoamento, especialização, diploma de doutorado ou mestrado, comprovante de aprovação em concurso, livros publicados, estágio em Direito, exercício como Defensor Público ou atuação no magistério.

Veja as matérias que vão ser cobradas na fase número 1: direitos humanos, constitucional, execução penal, direito da criança e do adolescente, direito civil, legislação referente à defensoria pública, direitos difusos e coletivos, processual penal, direito agrário e comercial, administrativo, do consumidor, processual civil, formação humanística e direito penal.

Outros detalhes sobre o concurso da DPE do Maranhão

Para saber outras informações do edital do concurso público da Defensoria Pública Estadual do Maranhão, acesse o portal eletrônico da FCC www.concursosfcc.com.br/concursoInscricaoAberta.html.

O processo seletivo terá 2 anos de validade. Se o órgão entender que é de seu interesse, poderá estender o prazo por mesmo período, uma só vez, contando a partir da data em que for homologado.

Não deixe essa excelente oportunidade passar. Faça sua inscrição e inicie já a sua preparação para ser defensor público. Além de estabilidade laboral, você conquistará um ótimo salário.

Por Melisse V.


Concurso oferta 86 vagas para diversos cargos. Inscrições podem ser realizadas de 25 de junho a 25 de julho de 2018.

Se você vem se preparando para participar de um concurso público. Saiba que um novo processo seletivo foi divulgado em Brasília – Distrito Federal. Visto que a Câmara Legislativa vai realizar um novo concurso para a contratação de mais de 80 profissionais.

As oportunidades são para diferentes cargos e obviamente diversas formações escolares. O período de vagas vai ser aberto no final deste mês. Então ainda há um tempo hábil de preparação para os métodos avaliativos. Veja agora as principais informações sobre este certame.

Sobre o número de vagas, funções e a banca organizadora do novo concurso público da Câmara Legislativa de Brasília

O último certame da Câmara Legislativa de Brasília aconteceu em 2006. Com mais de uma década desde o último concurso, o órgão julgou que era necessário a realização de um novo processo de contratação dessa modalidade. Para a edição deste ano, vão ser oferecidas 86 novas vagas para diversos cargos. A banca organizadora escolhida foi a Fundação Carlos Chagas.

As 86 vagas foram distribuídas por diferentes editais. Dessa forma, veja agora a lista de todas as oportunidades que estão sendo oferecidas de acordo com seus editais:

– Edital CLDF nº 01/2018. Oportunidades para cargos na área de Consultor Legislativo:

01 para Redação Parlamentar.

01 para Tributação.

01 para Meio Ambiente.

01 para Finanças Públicas.

01 para Educação, Cultura e Desporto.

01 para Direitos Humanos, Minorias, Cidadania e Sociedade.

02 para Saúde.

02 para Regulação Econômica.

02 para Desenvolvimento Urbano.

06 para Constituição e Justiça.

– Edital nº 02/2018. Oportunidades para cargos na área de Consultor Técnico-Legislativo:

01 para Taquígrafo Especialista.

01 para Produtor de Multimídia.

01 para Publicitário.

01 para Jornalista.

01 para Revisor de Texto.

01 para Pedagogo.

01 para Odontologista Perito.

01 para Médico do Trabalho.

01 para Engenheiro Eletricista.

01 para Engenheiro Civil.

01 para Economista.

01 para Bibliotecário.

01 para Assistente Social.

01 para Arquivista.

01 para Arquiteto.

02 para Relações Públicas.

02 para Psicólogo.

02 para Médico Ambulatorial/Perito.

02 para Enfermeiro.

04 para Administrado.

04 para Contador.

06 para Analista de Sistemas.

– Edital CLDF nº 03/2018:

01 para Fotógrafo.

01 para Secretário.

01 para Técnico de Arquivo e Biblioteca.

02 para Técnico em Manutenção e Operação de Equipamentos Audiovisuais.

02 para Técnico de Enfermagem.

20 para Técnico Legislativo.

– Edital CLDF nº 04/2018:

01 para Inspetor de Polícia Legislativa.

03 para Agente de Polícia Legislativa.

– Edital CLDF nº 05/2018:

Oportunidades para criação de um cadastro reserva para função de Procurador Legislativo. Para todas as vagas é necessário ter a formação necessária, seja ela técnica ou superior.

A respeito da remuneração paga aos novos concursados da CLDF

Os vencimentos estão fixados entre R$ 11.182,69 e podem chegar até R$ 30.732,64. Para conferir quais os valores para cada grupo, acesse o seguinte endereço eletrônico: http://www.concursosfcc.com.br/concursos/caldf118/index.html. Nesta página está anexado os editais referentes a este certame. Clique no número do edital que a vaga que lhe interessa está inserida.

Sobre os processos seletivos adotados pelo órgão brasiliense

Como este concurso público foi dividido por diferentes grupos. É necessário explicar os métodos avaliativos por cada um desses agrupamentos:

– Para os cargos da área de Consultor Legislativo e Consultor Técnico Legislativo:

Os candidatos vão ser submetidos uma prova de múltipla escolha, testes abertos ou práticos e por fim, uma prova de títulos. A prova terá 80 questões divididas nos seguintes conteúdos: conhecimentos específicos, língua estrangeira, realidade do Distrito Federal, processo legislativo, direito administrativo, direito constitucional e língua portuguesa.

– Já os inscritos para a carreira de Procurador. Vão participar de um teste oral e também uma prova objetiva contendo 100 questões dos seguintes assuntos: direito penal e direito processual penal, realidade do distrito federal, legislação distrital e federal, direito financeiro, direito tributário e direito previdenciário, direitos difusos e coletivos, direito eleitoral e partidário, direito civil e direito processual civil, direito administrativo, direito constitucional, processo legislativo e língua portuguesa.

– Por fim, para os cargos de Agente de Polícia e Inspetor de Polícia, os métodos avaliativos são: teste de títulos, treinamento, curso de formação para um dos cargos, comprovação de conduta e idoneidade, teste psicológico, prova de capacidade física e também as já tradicionais provas de múltipla escolha contendo 60 perguntas sobre: segurança pública, direito processual penal, direito penal, direito administrativo, direito constitucional, língua estrangeira, realidade do distrito federal, processo legislativo e língua portuguesa.

As provas acontecem em Brasília, nas seguintes datas:

15 de setembro de 2018: Procurador Legislativo.

16 de setembro de 2018: Agente de Polícia, Técnico Legislativo e Consultor Legislativo.

23 de setembro de 2018: Consultor Técnico-Legislativo, Técnico Legislativo e Inspetor de Polícia Legislativa.

08 de dezembro de 2018: Fotógrafo, Técnico de Manutenção e Técnico de Enfermagem.

09 de fevereiro de 2019: Secretário e Técnico de Arquivo e Biblioteca.

10 de fevereiro de 2019: Técnico Legislativo.

Qualquer dúvida consulte os editais que estão disponíveis em um link mencionado acima.

Inscrições:

As inscrições devem ser feitas no período entre 25 de junho e 25 de julho de 2018. Através do seguinte endereço: http://www.concursosfcc.com.br/concursos/caldf118/index.html. As taxas de inscrição variam entre R$ 54,00 a R$ 78.

Boa sorte!

Por Isabela Castro


Concurso oferta vagas de emprego para cargos de Técnico e Analista Judiciário.

Se você estava esperando o lançamento do edital para um bom certame, saiba que o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região, que corresponde à área de Campinas, no Estado de São Paulo, anuncia a abertura das inscrições para seu próximo concurso. As chances são para profissionais com escolaridade de nível superior e médio. Confira mais detalhes do processo seletivo a seguir.

Sobre as oportunidades

Há vagas para quem tem formação de nível médio, para ocupar o cargo de técnico judiciário das seguintes áreas: administrativa, apoio especializado em enfermagem e da especialidade de segurança. A remuneração varia entre R$ 6.708,53 e R$ 7.766,18.

Já para quem concluiu a graduação, há chances para analista judiciário dos seguintes segmentos: judiciário, administrativo, oficial de justiça avaliador federal, apoio especializado em medicina, arquitetura, história, odontologia, psicologia e medicina psiquiátrica. Os valores dos vencimentos vão de R$ 11.006,83 até R$ 12.742,14.

Além das vagas previstas no edital, haverá formação de cadastro reserva.

Quem for portador de necessidades especiais (PNE) poderá concorrer a vagas exclusivas, mas deve também ser aprovado na perícia médica. Caso você deseje concorrer às vagas reservadas a candidatos negros ou pardos, lembre-se de informar no ato da inscrição.

Como devo me cadastrar na seleção do TRT 15ª?

Os interessados em participar do concurso do TRT de Campinas devem acessar o endereço eletrônico da banca responsável pela organização do certame, a Fundação Carlos Chagas (FCC) – www.concursosfcc.com.br/concursos/trt15117/index.html. É necessário preencher o formulário de cadastro e efetuar o pagamento da inscrição que custa R$ 80 para as funções de nível médio e R$ 95 para as que exigem nível superior. O pagamento da Guia de Recolhimento da União deverá ser realizado exclusivamente nas agências do Banco do Brasil. Caso você seja correntista, pode quitar o boleto pela internet no site do banco ou no aplicativo dessa instituição financeira.

O prazo de inscrição teve início em 14 de março (quarta-feira) e se estenderá até o dia 4 de abril (quarta-feira).

Se você é registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cad Único) poderá solicitar isenção do pagamento da taxa de inscrição.

Sobre as atribuições

As responsabilidades do cargo de analista judiciário da área administrativa são: digitar expedientes, oferecer suporte técnico, realizar pesquisas na legislação, analisar processos, verificar prazos processuais, entre outras atividades.

Por sua vez, o técnico judiciário da área administrativa da especialidade de segurança tem por atribuição: realizar investigações preliminares, atuar na segurança dos juízes, controlar a entrada e a saída de equipamentos e materiais, conduzir veículos, prestar primeiros socorros, entre outras tarefas.

Sobre as provas

Os candidatos serão avaliados nas seguintes fases: 1) prova objetiva de conhecimentos gerais e específicos, aplicável para todos os cargos; 2) prova discursiva – que pode ser redação ou estudo de caso; 3) prova de aptidão física e 4) curso de formação.

A avaliação de múltipla escolha está prevista para ocorrer no dia 27 de maio (domingo) no período da manhã para os concorrentes ao cargo de analista e à tarde para os interessados no cargo de técnico judiciário.

Nessa primeira etapa, as disciplinas cobradas em conhecimentos básicos para todos os cargos são: regimento interno, Noções sobre Direitos das Pessoas com deficiência e português.

O teste de aptidão física ocorrerá na data provável de 23 de setembro (domingo), no município de Campinas.

Mais detalhes

Para saber outras informações do certame, acesse o portal eletrônico da FCC www.concursosfcc.com.br/concursos/trt15117/index.html. Caso você tenha alguma dúvida, poderá entrar em contato com a central dos candidatos. Anote o número: (11) 3723-4388.

Aproveite a oportunidade de ser aprovado em um concurso e se tornar um servidor público. O regime de contratação é estatutário.





CONTINUE NAVEGANDO: